Related Posts with Thumbnails
Mauá -São Paulo- Brasil -
Neste blog o irmão e/ou amigo internauta irá encontrar textos, testemunhos e informações relacionadas ao evangelho. As informações e textos transmitidos são analisados tendo como base de autoridade a palavra de Deus que é um guia infalível para conduzir os servos do SENHOR neste mundo de trevas morais e espirituais. Exortando para que sejamos o "sal da terra" e "luz do mundo".
Loading...

domingo, 7 de dezembro de 2008

Papai Noel: deus pagão ou cristão?



       Com a proximidade do dia 25 de dezembro, data em que comemora-se o Natal a mídia e o comércio veiculam cada vez mais matérias que fazem alusão a este dia. Dia criado em principio para comemorar o nascimento de Jesus, mas hoje não passa de uma data comercial, além de ter sua origem pagã onde as pessoas mais lembram do "papai" Noel, presentes e festas regadas a muita bebida alcoólica do que a Cristo.
       A revista Época desta semana traz uma matéria com o título que me chamou a atenção - Papai Noel: deus pagão ou cristão? Você já pensou nisso? Quem é nosso pai ou papai?
       Pesquisando encontra-se facilmente que Jesus não nasceu no dia de 25 de dezembro:

       Na bíblia o historiador e médico Lucas relatando o dia do nascimento de Jesus diz: "Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho." (Lc. 2.8). Segundo o calendário do hemisfério norte dia 25 de dezembro é inverno e os rebanhos já estariam recolhidos, sendo assim mais provável que Jesus tenha nascido entre Março e Outubro/Novembro e não no dia 25 de dezembro.
       Portanto, vemos mediante as escrituras que esta data não passa de invencionice da igreja romana.
       Pesquisando em literatura leiga vemos na wikipédia o seguinte comentário:
       "Segundo estudos, a data de 25 de dezembro não é a data real do nascimento de Jesus. A Igreja entendeu que devia cristianizar as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do solstício de Inverno.
       Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao "nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude."

       Como vimos tanto a Bíblia como os eruditos seculares afirmam que Jesus não nasceu no Natal ou dia 25 de dezembro. Quanto a idéia que originalmente tiveram de "comemoração" do nascimento de Cristo, o que constatamos que trata-se de uma data puramente pseudocristã, comercial e o seu protagonista que deveria ser Jesus foi substituído por outro personagem pagão que chamam de "Papai" Noel.
       Sabemos que os cristão verdadeiros tem por pai ou papai somente o pai celestial o qual dirigiu as palavras para Jesus: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. (Mt 3.17b). E que Ele nós amou de tal forma que para nos salvar permitiu que seu filho amado fosse morto na cruz(Jo 3.16). E Jesus nosso SENHOR e salvador verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus merece muito mais de um dia no calendário. E não apenas compartilhar um dia apenas com deuses pagãos, em uma festa que para muitos lembra apenas uma ocasião para reunir: a família, amigos e festejar muitas vezes bebendo e fazendo arruaças. Com certeza "papai" Noel pode ser nem mesmo considerado deus no sentido de ser adorado, mas pagão com toda certeza. Contudo, meus amados em Cristo no dia 25 dezembro ou natal venhamos lembrar realmente de nosso SENHOR e informar ao mundo a sua segunda vinda e o arrebatamento da igreja.

7 comentários:

Tita "I Love Jesus!" disse...

Prezado irmão, simbolos pagãos estão por toda parte, convivemos com eles sem dar-nos conta.
Por isso é importantíssimo que alguém nos exorte.
Eu mesma, fiz "uma limpa" (como dizem aqui em Curitiba) em minha árvore de Natal, pq percebi que haviam rostos de "sóis", "luas", etc, óbviamente pagãos.
Quando os comprei, achando-os bonitos, não dei-me conta disso.
"Bonequinhos" de papai noel são MUITO parecidos com duendes, elfos, fadas, etc.
Já deveriámos ter-nos dado conta que são pagãos.
Agradeço pelo artigo e espero que sirva de alerta para muitos.

Abraço fraterno, abençoada semana para vc!

Cintia Dissenha

Marcelo Oliveira disse...

Paz do Senhor! Irmã Cintia!

Agradeço sua visita e comentário! Realmente estamos cercados de símbolos pagãos como a irmã bem comentou ,mas temos que estar atentos para evitarmos o máximo usá-lo e avisar aos nossos irmãos passarem estas informações para o povo de Deus agradar o nosso SENHOR em tudo.
Que SENHOR continue te abençoando e te dando vitória!
Abraços fraternos e uma ótima semana para irmã também!

walter francisco barros disse...

Se não queres ver nenhuma coisa que esta neste mundo e nem muito menos ouvir,então leia I Corintios5.10,e peça a Deus que o tire do mundo.Em vez de falarmos dos falsos profetas que estão se profilerando hoje no meio evangélico,alguns estão preocupados com lendas,qulauqer dia destes vão falar sobre mula sem cabeça,saci pererê e outros bobagens.Vhega de idiotices.

Marcelo Oliveira disse...

Caro Walter

A minha intenção ao escrever este post foi:

-Comentar a matéria da revista Época com o mesmo título da mensagem;
-Mostrar com base na Bíblia e no conhecimento secular que o Natal ou nascimento de Cristo não é no dia que comemoramos .
-Comentar substituição de Jesus como protagonista pelo "papai" Noel;

O irmão chamou de "bobagem" ,mas visa apenas informar e não proibir o Natal .

Quanto a falar de crendice popular mula sem cabeça , saci pererê falaria se estes elementos culturais tivessem a pretensão de serem considerados cristãos.

Confesso ao irmão que gosto de escrever matéria de cunho apologético e quando o irmão disse dos falsos doutores e profetas ( 2 Pe 2.1-3)que estão nos arraiais evangélicos tenho planos de escrever matérias relacionadas a este assunto. Nosso dever como cristão é defender a fé (Jd 3) seja no meio evangélico e nos considerados cristãos de outro evangelho que não de Cristo (Gl 1.6-8)

André Pereira disse...

paz mano...
Concordo Plenamente, é bom que as vezes pessoas nos exorte na nossa santíssima FE

Marcelo Oliveira disse...

Paz do Senhor! André

Que bom que o irmão entendeu temos que prestar um culto racional a Deus tirando do nosso meio as coisas que não provem de Deus mesmo que aparentemente sejam boas. (Pv 14.12, Is 5.20)
Que o SENHOR continue te abençoando!

Levi Bronzeado disse...

Prezado Marcelo de Oliveira

Quero agradecer pelo seu comentário exposto recentemente no meu blog "O NATAL ARTIFICIAL DE SEMPRE".

A sua opinião confirma inapelavelmente, que o Natal que o mundo comemora, constitui-se um paliativo que apenas, como eu disse, "encanta os olhos e entorpece os corações" - só que por alguns instantes. São coisas efêmeras
O espirito do Natal tem que ser vivido todo dia.

Muito obrigado,e fique na verdadeira Paz.


Levi Bronzeado(www.levibronze.blogspot.com)